quinta-feira, 6 de junho de 2019

5 DE JUNHO - DIA MUNDIAL DO AMBIENTE


Na atualidade existe uma enorme preocupação pela preservação do meio ambiente e pelos impactos negativos causados pela ação humana. A destruição constante de habitats e a poluição de grandes áreas têm levado os jovens a manifestarem-se pela defesa do planeta.
Neste Dia Mundial do Ambiente fomos a Escola de Ouressa falar com o que de melhor o ser humano possuí, as crianças! Elas podem fazer a diferença e travarem a louca caminhada rumo à destruição do planeta!

Elas são a esperança!

APGVN

segunda-feira, 29 de abril de 2019

Reunião realizada na Dinamarca entre membros da FER




Transcrevemos em baixo o resumo da reunião realizada na Dinamarca entre as Associações de Rangers Europeias que estão a desenvolver projetos de geminação com as suas congéneres. A APGVN Associação Portuguesa de Guardas e Vigilantes da Natureza esteve representada por João Correia.
O companheiro João Correia tem desenvolvido um trabalho extraordinário na cooperação com as Associações Europeias de Rangers, tendo inclusive efetuado sacrifícios pessoais para que seja possível a presença da representação Portuguesa em eventos internacionais, que são de extrema importância para fortalecer a posição da nossa Associação no panorama internacional.
Recordamos que a APGVN tem protocolos de cooperação com as Associações da Croácia e da Espanha.
Esperamos os vossos contributos, ideias e o vosso envolvimento neste importante projeto europeu, porque unidos somos muito mais fortes!

APGVN


European Ranger Federation



Ata da reunião das associações nacionais de rangers, membras da ERF, realizada em Frederikshavn, na Dinamarca, de 1 a 2 de março de 2019. Organizada pela Associação Dinamarquesa de Rangers.

Delegados presentes:
Bo Storm (Dinamarca), Adam Divis (República Checa), Miroslav Rybar (República Checa), Zdeno Pochop (Eslováquia), Kate Elliott (Escócia), Ian Brooker (Inglaterra / País de Gales / Irlanda), Mario Schmid (Alemanha), Teemu Laine (Finlândia), Age Martini (Albânia), Vasil Male (Albânia), Nexip Hysolakoj (Albânia), Niklas Goth (Suíça), João Correia (Portugal) e Jacob Konnerup (Dinamarca).
A reunião foi aberta pela presidente da Câmara Municipal de Frederikshavn, Brigit Hansen, que deu as boas-vindas a todos os participantes e a Bo Storm, representando a Associação de Rangers da Dinamarca.

Apresentações:
Mario Schmid – Esboço do programa do Congresso da ERF 2020
• Será realizado no Parque Nacional da Floresta da Baviera, de 11 a 16 de Maio de 2020.
• Coincide com o 50º aniversário do Parque Natural da Floresta da Baviera.
• O Parque Natural da Baviera faz fronteira com o Parque Natural de Sumava, na República Checa.
• Haverá fácil acesso ao local a partir de Praga ou Munique.
(Os bilhetes dos transportes públicos podem ser comprados por 25 euros e isso permite que até cinco pessoas viajem juntas por um custo adicional de 5 euros por pessoa. Isso pode ser usado tanto no autocarro como no comboio.)
• A maioria dos alojamentos e o local do Congresso fica a 5 min. a pé da estação de comboios.
• Um acampamento (com diferentes tipos de tendas) será oferecido para aqueles com poucos recursos, que fica aproximadamente, a 15 minutos em autocarro, ou 1 hora a pé do local do Congresso.
• Tema: Biodiversidade no Limite - Estratégias de trabalho para os Rangers num mundo em rápida mudança.
• Tópicos / workshops inclui - técnicas de monitorização; como apresentar questões complexas ao público; formação de rangers; e o uso de voluntários.
• Espera-se que ocorra em simultâneo com Congresso principal apresentações e interação com o programa Europarc Junior Ranger.
• As apresentações de geminação também serão um elemento-chave do congresso, com 8 salas de reunião disponíveis para os países parceiros, apresentação dos resultados e de projetos futuros.
• As excursões terão como fulcro a partilha de conhecimentos e experiencias entre os participantes.

Apresentações das Geminações:
Israel / Alemanha - Mario Schmid
• Os primeiros contactos foram realizados entre Michael Grosmann (Alemanha) e Ilan Yegar (Israel), antes do Congresso da ERF realizado na República Checa.
• Temas comuns discutidos no início foram: Junior Rangers; questões relacionadas com as aves migratórias e a fiscalização.
• Troca de informações sobre interpretação e o combate à caça furtiva.
• Uma das ferramentas mais utilizada foi a reunião via Skype.
• Envolver outros grupos / funcionários nos acordos por forma a ampliar os benefícios da geminação, no que também é chamado de clustering.
• Realização brevemente de um evento aberto a todos os Rangers europeus para treino técnicas de fiscalização.

Dinamarca / Finlândia - Bo
• A associação Dinamarquesa e Finlandesa geminaram-se durante o Congresso Europeu, em Litomerice, na República Checa.
• Em Maio de 2019 - 8 rangers dinamarqueses estiveram na Finlândia.
• A base do programa está orientado para a interpretação da Natureza / visitas escolares, etc.
• O Programa Junior Ranger está fortemente implantado nestes dois países.
• Foi elaborado um programa detalhado para uma visita de 5 dias à Finlândia, que incluirá a vista a um Parque Nacional no Sul e uma visita à Lapônia.
• O Município Dinamarquês de Frederikshavn tem até ao momento adiantado o pagamento dos custos das viagens e do alojamento dos rangers dinamarqueses, sendo posteriormente reembolsado por estes. Aproximadamente 780 Euros cada (3000 Coroas)
• Teemu explicou que tem tido alguma dificuldade em envolver alguns rangers finlandeses na sua própria associação e referiu que este tipo de evento poderia encoraja-los a uma maior participação. Por exemplo, foram convidados a participar em eventos sociais (jantares).
• Culturas semelhantes que facilitam a geminação, mas não a mesma língua!


República Checa / Alemanha - Adam
• Adam apresentou uma breve história do Parque Nacional Transfronteiriço - Baviera / Sumava, que só foi formalizado em 2015.
• Se os dois Parques Nacionais podem cooperar, então porque não as associações de rangers?
• O acordo de geminação foi assinado em Outubro de 2018.
• No inico os rangers já realizavam patrulhamento conjunto e projetos específicos, como a proteção do Tetraz.
• O Programa Junior Ranger são outra área do projeto. Os rangers alemães ajudarão a estabelecer um programa JR no PN Sumava.

República Checa / Eslováquia - Zdeno (com tradução)
• Zdeno apresentou uma breve história, incluindo a divisão causada pela criação das duas novas repúblicas, apesar dos princípios de gestão de conservação da natureza se manterem os mesmos.
• Acordo de geminação foi assinado em 2000, tendo-se realizado duas reuniões em ambos os lados da fronteira.
• Programas conjuntos foram criados, tendo incluído financiamento, veículos, programas de formação e intercâmbio de estudantes.
• Para tópicos futuros prevê-se a criação de projetos de formação de rangers e ajudar na criação de um programa Junior Ranger na Eslováquia.
• O envelhecimento dos rangers eslovacos é um problema, porque os mais velhos não estão dispostos a envolver-se em novas iniciativas.
• Há apoio de ambos os governos nesta geminação.
• Partilha de uma visão conjunta para o parque transfronteiriço - Saxão / Boémia.
• Projetos científicos transfronteiriços: incluindo mapeamento digital, relações públicas e visitas guiadas conjuntas.
• Boa cooperação com as polícias.
• Produzir um Manual do Ranger. Os rangers checos já tem um que será usado como base.
• Ativar a amizade e a confiança - geminação real!
No geral, existem agora 4 grupos de trabalho sobre os seguintes tópicos:
1.       Rangers - Patrulhamento conjunto. Plano acordado para as patrulhas conjuntas Alemã / Checa e Eslovaca / Checa e criação de uma nova rede de caminhos. Estar na AP ao mesmo tempo. É preciso criar um processo expedito para permitir um rápido planeamento destas atividades. É necessário um seguro que cubra adequadamente os veículos e estas atividades.
2.       Comunicação – Folhetos de informação conjuntos e Guias de Escaladores nos dois idiomas. É preciso melhorar a informação aos visitantes de ambos os lados. É preciso que ambos os lados aprendam uns com os outros a melhor forma de aplicação da lei por forma a fortalecer as patrulhas conjuntas. Também para entender as competências de cada um.
3.       Publicações - Produzidas em conjunto
4.       Esquemas de monitorização - incluindo do falcão-peregrino e da cegonha-negra. Projeto reintrodução de falcão-peregrino na área transfronteiriça, com pintos provenientes de um ninho situado numa torre de igreja em Berlim; reintrodução de lobos e a apresentação de um esquema, com sucesso, para monitorizar o distúrbio de morcegos causado por visitantes alemães que tradicionalmente visitam a área de cavernas na zona fronteiriça. Produzir novos painéis informativos em duas línguas.

Portugal / Croácia – João Correia
• Geminação foi assinada em Litomerice, na República Checa
• Desde então, houve o intercâmbio de participação nos Encontros Nacionais das respetivas Associações.
• No entanto, há mais rangers croatas a deslocar-se a Portugal do que Vigilantes da Natureza que vão à Croácia - custo / língua, etc.
• Assinatura de um Protocolo de Parceria Institucional com o Governo Regional dos Açores no recente Encontro da Associação Portuguesa de Guardas e Vigilantes da Natureza realizado nos Açores, no entanto, só se aplica à região dos Açores e não ao resto de Portugal.
• A Associação Portuguesa de Guardas e Vigilantes da Natureza está empenhada na melhoria das condições da carreira junto do Governo Português, havendo também a necessidade de sensibilizar o público para a situação dos VN.
• A proposta de acordo com a associação Croata consiste:
1. Num programa de intercâmbio prático para 5 rangers de acordo com os objetivos estabelecidos.
2. Na troca de conhecimentos e de experiências práticas através de palestras.
3. Na troca de conhecimentos e de experiências on-line via Skype.
• É necessário acautelar a eventual necessidade de um seguro.
• As viagens serão pagas pelos rangers, sendo a alimentação e o alojamento a cargo da associação anfitriã.

Escócia / Islândia - Kate
• A geminação foi criada em 1996 e pensa-se que tenha sido a primeira geminação entre Associações de Ranger no mundo!
• Kate apresentou uma breve história do que aconteceu desde então, que incluiu as visitas de estudo e a troca de postos de trabalho.
• Um novo acordo de geminação foi assinado em 2006 no Congresso Mundial de Rangers.
• Os Junior Rangers escoceses visitaram a Islândia em 2008.
• Tem realizado intercâmbios entre as associações, por exemplo a celebração do 40º aniversário.
• Oportunidade de reanimar a geminação, especialmente no Congresso Europeu de Rangers em 2020.
• Necessidade de trabalhar ma configuração futuros intercâmbios e trabalhar num guia que contenha as melhores práticas em trocas de conhecimento.
• Potencial para uma viagem de estudo em 2021 para celebrar os 25 anos da geminação.

Suíça / Albânia - Niki
• Foram acordadas três áreas principais:
1.       Formação / Intercâmbio - projecto-piloto com base em habitats semelhantes e com a duração de mais de 3-4 dias.
2.       Segurança no campo - manual de formação, que inclui listas de verificação de equipamentos, linhas de orientação em situações de conflito, incluindo um fluxograma usado pelos rangers suiços na relação com o público.
3.       Estabelecimento de uma Escola Ranger na Albânia, que poderia ser usada por todos os Rangers Europeus.
• Capacidade de comunicação e perfil do ranger são outros tópicos importantes.
• Preciso ser acautelado um seguro que cubra diversas situações relacionadas com os rangers.
• Projeto Júnior Ranger na Albânia.

2º dia - 2 de Março
a)      Apresentação: ideias comuns; perfil e direção estratégica da Federação Europeia de Rangers. Mario Schmid
• Sugestão para usar o documento de introdução padrão / brochura para todas as associações. Para melhorar o perfil e criar uma identidade comum. (Isto é diferente dos folhetos publicitários usados por muitas associações para recrutar novos membros).
• Formato já existe e foi criado pela pessoa que projetou o logotipo da FER.
• As associações simplesmente preenchem os detalhes que depois enviam e em troca recebem um documento / brochura que será impresso pela associação. A impressão é suportada pela associação.
• Não há custo para o trabalho de design realizado.
• Pode ser usado pelas associações para solicitar a outras instituições patrocínio ou outro tipo de apoio.
• O mesmo formato pode ser usado também para produzir uma carta de apresentação, que mostra quais projetos estão sendo executados e quais os projetos futuros.
• Mais uma vez, o mesmo formato poderá ser usado para mostrar as metas e objetivos dos parceiros de geminação, projetos etc.
Ação: Niki solicitou para disponibilizar o mais cedo possível, os detalhes do contato e exemplos de brochura / folheto para todas as associações.

b)      Embaixadores da Federação Europeia de Rangers (FER)
• O FER precisa melhorar o seu perfil, especialmente na Europa.
• É necessário recrutar embaixadores adequados.
• Estes podem ser qualquer figura conhecida, por ex. líder de uma organização sustentável ou um desportista.
• Os nomeados podem ser usados para ajudar a divulgar a FER, por exemplo, pode ajudar a atrair dinheiro ou outras doações de patrocinadores.
• Alguns cuidados serão necessários para obter o tipo certo de patrocínio, não devendo por isso prejudicar a imagem do Ranger, ou seja, não queremos um evento do FER apoiados pela Dell!
Ação: Todas as associações devem pensar nisso e enviar as suas ideias o mais rápido possível para a direção da FER.
c)       Rangers e a sua imagem
• Em geral, verificou-se, em eventos anteriores, a existência de algumas debilidades em relação às capacidades de apresentação, e isso não ajuda a nossa posição face a entidades exteriores.
• Sugeriu-se que um dos workshops no âmbito do Congresso Europeu deveria ser sobre diálogo com o público / capacidades de apresentação.
• Regras e diretrizes deveram ser estabelecidas.
Ação: Mário alertou para que este assunto fosse apresentado quando da preparação do Congresso Europeu.
Folheto / Publicação do ERF
• Algo que pode ser usado ao abordar possíveis patrocinadores
• Ao partilhar o mesmo design as associações obtêm uma identidade comum.
• Pode ser usado posteriormente para mostrar o apoio recebido, dando algum retorno aos patrocinadores na forma de publicidade, à medida que os documentos são substituídos / renovados.
• Necessidade de negociar com potenciais patrocinadores / empresas, por ex. dia de voluntariado, passeios guiados e publicidade nas próprias publicações. Os relatórios anuais são uma boa maneira de conseguir isso.
• O patrocínio pode não ser apenas financeiro, também pode ser a oferta de equipamentos - pense no que é necessário para que o seu projeto tenha sucesso.
Ação: A direção da FER deverá produzir esta brochura o mais cedo possível. Talvez a primeira tarefa do recém-nomeado Diretor Financeiro!

d)      Jornalismo / Publicidade
• Precisamos melhorar neste aspeto! Um bom exemplo de formação dado recentemente aos rangers dinamarqueses foi trabalhar com jornalistas para descobrir o que os torna notícia, ou seja, o que será escolhido por eles.
Ação: Quais serão os objetivos futuros da FER em relação à formação?

e)      Financiamento
• Tu podes conseguir algo se realmente quiseres!
• No final pequenas quantidades podem atingir algo maior.
• Usar o Dia Mundial do Ranger (31 de julho) para aumentar a imagem dos Rangers e captar fundos
• Usar o financiamento coletivo (crowdfunding). A associação de rangers escocês (SCRA) usou isso para financiar a ida de um ranger do Malawi ao Congresso Mundial de Rangers.
• Ideias simples funcionam, por exemplo, um mapa do seu país num painel e os participantes pagam um valor para colocar uma alfinete/marca no local onde acham que um ranger pode estar; eventos patrocinados, tais como caminhadas, que são patrocinados de acordo com o tempo despendido ou usar as próprias capacidades, como eventos de natação patrocinados.
• Realizar sorteio de rifas.
• Obter doações em vez de presentes, quando as pessoas celebram aniversários.
• É preciso criar uma área para doações no site da FER.
• Usar as cidades como áreas para promover o trabalho dos rangers. Audiências maiores
• Benefícios para os patrocinadores:
1.       Incentivar as relações internacionais.
2.       Troca de ideias - “partilha de boas práticas”.
3.       Fotos e artigos sobre o que foi alcançado como resultado direto do apoio do patrocinador.
4.       Talvez a organização patrocinadora proponha resultados que você pode alcançar facilmente.
• Uma conferência pode ser usada para muitas coisas, incluindo networking, falar de tópicos específicos, e falar e promover a sua própria área.
Ação:
1. Quando o diretor financeiro do FER for nomeado, seria bom ter algum tipo de lista de verificação / lista de ideias com as formas simples e mais complicadas de angariar fundos. Cada associação poderia ser convidada a contribuir com ideias de coisas que funcionaram bem e outras a serem evitadas!
2. Criar uma área para doações no site da FER.
ACORDOFoi acordado pelos presentes, que qualquer doação nos próximos anos deve ser canalizada para o Congresso Europeu de Rangers e não para o TGLF.

Salome Idoidze a Vigilante da Natureza das montanhas





Salome Idoidze é uma das duas únicas Park Rangers do sexo feminino na Geórgia

Salome Idoidze é a única Park Ranger das Grandes Montanhas do Cáucaso, limitadas pelas Repúblicas Russas da Tchetchênia e do Daguestão.
Salomé fala sobre a área protegida de Tusheti e o que o parque significa para ela e para o seu país.
Tusheti é um dos locais mais ricos da Geórgia em paisagens naturais e culturais, com uma biodiversidade extremamente rica, uma riqueza de flora e fauna e património cultural. A Reserva Natural do Estado de Tusheti foi estabelecida em 1981, a caça descontrolada, o pastoreio extensivo e a extração ilegal de madeira colocaram Tusheti em grande perigo no final do século XX. Em 2003, a Geórgia criou o “Projeto de Desenvolvimento de Áreas Protegidas da Geórgia”, estabelecendo oito novas áreas protegidas na Geórgia Oriental, das quais a Área Protegida de Tusheti faz parte.
Tusheti tem imenso potencial para o turismo: temos mais de 230 espécies endêmicas caucasianas, quatro das quais estão listadas na Lista Vermelha de espécies ameaçadas de extinção. Também temos uma alta diversidade de mamíferos na região - 32 espécies de mamíferos grandes, médios e pequenos, e 6 espécies de aves estão listadas na Lista Vermelha da Geórgia e uma delas, o abutre (Aegypius monachus) é mundialmente ameaçada e inscrita na Lista Vermelha da IUCN de espécies ameaçadas. Tusheti também é conhecida pela sua culinária rústica, música tradicional, bordados coloridos e arquitetura única: todas as tradições antigas são mantidas vivas e são muito exóticas para os visitantes.
Vou a Tusheti no começo de cada Verão e fico lá até o final do Outono, antes que a neve e as avalanches bloqueiem a estrada. Sempre quis fazer algo pela minha "pátria". Eu participei em vários projetos realizados pela administração de Áreas Protegidas de Tusheti e foi quando decidi começar a trabalhar lá. Naquela época, eu nem sabia que não havia Park Rangers do sexo feminino na Geórgia.
Já percorri todo o território de Tusheti e a natureza é incrível em todos os lugares, mas a aldeia de Dartlo, também conhecido como "museu-vila" pela sua arquitetura única, é o meu lugar favorito em Tusheti. Para mim, é o lugar mais lindo do planeta!

Fonte: European Ranger Federation




sábado, 27 de abril de 2019

Os Guardiões da Natureza desvalorizados pelo Governo Madeirense


A diversidade biológica em declínio e os Governantes desvalorizam quem tudo faz para o evitar, os Vigilantes da Natureza que desempenham funções na Região Autónoma da Madeira estão a ser alvo de uma injustiça sem precedentes na Democracia Portuguesa, comemorar Abril com uma proposta que pretende depreciar profissionais altamente qualificados é a demonstração clara de que quem está no poder não tem o mínimo de noção de quem é que dedica a sua vida à Conservação da Natureza.

Atravessamos uma época em que os jovens saíram para a rua e exigem que os Governantes façam algo para reverter a caminhada da vida na Terra para o abismo.

A variedade de formas de vida na Terra está em declínio em todas as regiões do mundo, o que significa que a natureza está a reduzir de forma acelerada a sua capacidade de contribuir para o bem-estar das pessoas, o que coloca em risco não apenas o meio ambiente, como os próprios seres humanos.

O Governo da Região Autónoma da Madeira, deverá refletir e reconsiderar a proposta de alterações que pretende efetuar na carreira de Vigilante da Natureza, deverá ter em atenção que os seus actos irão refletir-se de forma significativa na proteção, preservação e conservação da Natureza na região.

Será que desconhecem que o Turismo da Natureza aumentou devido ao excelente trabalho dos Vigilantes da Natureza nas últimas décadas, no reverso da medalha vemos o reconhecimento por parte do Governo da Região Autónoma dos Açores pelo excelente trabalho realizado pelos Vigilantes da Natureza, valorizando a profissão.

Será que os Governantes Madeirenses desconhecem o trabalho realizado de forma exemplar pelos Vigilantes da Natureza na recuperação da foca mais rara do planeta?

Será que desconhecem que os Vigilantes da Natureza estiveram durante décadas sozinhos em ilhas “desabitadas” garantindo a soberania nacional e a proteção das espécies?

Será que não têm noção de que os Vigilantes da Natureza desempenharam as suas funções de forma exemplar (nas ilhas Desertas e Selvagens) em instalações sem o mínimo de condições?

Será que desconhecem que os Vigilantes da Natureza auferem remunerações miseráveis?

Será que não têm conhecimento que os Vigilantes da Natureza recorrem frequentemente à autoformação, porque consideram importante saber e conhecer cada vez mais para melhor desempenhar as suas funções?

Os Vigilantes da Natureza das Regiões Autónomas sempre foram motivo do nosso orgulho na profissão, porque sempre reconhecemos e admirámos o seu empenho, a sua coragem, o seu saber, a sua dedicação e o seu companheirismo!

Estamos muito revoltados com as decisões tomadas de forma irrefletida pelo Governo da Região Autónoma da Madeira, mas asseguramos que não vamos baixar os braços e lamentar o sucedido, vamos para a luta porque quem conhece a profissão sabe que desistir não faz parte do nosso vocabulário!

APGVN

sábado, 22 de dezembro de 2018

A APGVN deseja-lhe Festas Felizes! Merry Christmas and a Happy New Year!



A APGVN Associação Portuguesa de Guardas e Vigilantes da Natureza deseja-lhe Festas Felizes!

APGVN Portuguese Ranger Association wishes you a Merry Christmas and a Happy New Year!

segunda-feira, 12 de novembro de 2018

VIGILANTES DA NATUREZA LIBERTAM CAGARRA EM APUROS




Uma equipa de Vigilantes da Natureza deslocou-se, esta manhã, à Ponta Delgada, para libertar uma cagarra que se encontrava presa dentro de uma zona vedada, sem ter espaço para levantar voo. O alerta partiu de populares que, preocupados com a condição da ave, alertaram os serviços do Instituto de Florestas e Conservação da Natureza.



Depois de chegar ao local e ultrapassada uma vedação, os Vigilantes da Natureza constataram tratar-se de uma juvenil cagarra que, num dos seus primeiros voos, terá caído numa zona de difícil acesso e sem possibilidade de sair pelos seus próprios meios.



A ave encontrava-se em boa condição, pelo que será libertada ao final do dia, em zona calma, junto à orla marítima.



Fonte e Fotografia: JM

terça-feira, 16 de outubro de 2018

O apoio que vem dos companheiros de Espanha!



Juan Manuel Antón (Juanma), companheiro Agente Florestal de Madrid e Dirigente Sindical, enviou à APGVN - Associação Portuguesa de Guardas e Vigilantes da Natureza uma mensagem de apoio pela luta que travamos pela dignificação, revalorização e reconhecimento da profissão.
De Espanha seguem a nossa sua luta com grande interesse. Juanma escreveu que “no fundo é a luta de todos os Rangers...”

Em Espanha os nossos companheiros conseguiram mais uma vitória, na quarta-feira, 10 de outubro, no Senado de Espanha, a Lei Básica dos Agentes Florestais e do Meio Ambiente foi aceite, o que pode significar um salto de qualidade para os mais de 6000 companheiros.

https://www.efeverde.com/noticias/senado-comienza-tramitar-ley-regulara-agentes-forestales/

Juanma convida todos os companheiros portugueses a participarem no 5º Congresso dos Agentes Florestais e do meio Ambiente de Espanha, que se realiza na Gran Canaria de 04 a 07 de abril de 2019.

APGVN

Saudação de solidariedade e de apoio à luta dos VN



Companheiros (as)!

A APGVN – Associação Portuguesa de Guardas e Vigilantes da Natureza agradece a todos os companheiros que hoje se deslocaram a Lisboa para participar neste dia de luta pela dignificação, valorização e reconhecimento da carreira.
Enviamos uma saudação especial aos companheiros da Madeira que também se manifestaram em protesto e aos companheiros dos Açores que estão connosco nesta luta.
Certamente por não ter surgido oportunidade o documento que foi enviado para a FNSTFPS não foi divulgado aos participantes, pelo que o reproduzimos para vosso conhecimento:

Saudação de solidariedade e de apoio à luta dos Vigilantes da Natureza
Companheiras (os)!
Venho por este meio manifestar publicamente o meu total apoio à manifestação de 15 de outubro de 2018.
Saímos à rua em protesto pelo que nos é negado há muitos anos, este é mais um passo na caminhada rumo à vitória.
Quando lutamos nasce em nós uma expectativa de vitória.
Nunca nos deixámos intimidar e continuámos a lutar pela dignificação da carreira, pois a verdadeira derrota é nem sequer tentar.
Admiro muito a vossa coragem e a força que têm demonstrado ao longo dos anos pois têm enfrentado as adversidades de frente.
Sei que iremos triunfar e que nada nos derrubará, juntos vamos conseguir atingir as nossas metas.
Nunca desistimos em circunstância alguma, não existe obstáculo que a persistência não consiga derrubar.
Defendemos a dignificação e valorização da carreira e uma política de meio ambiente que compatibilize o desenvolvimento com a salvaguarda dos recursos naturais e a preservação das espécies.
Estou muito grato a todos os Vigilantes da Natureza que têm tido um papel significativo na minha vida, temos estado juntos nos momentos bons e menos bons, pois também estes são importantes e nos fazem mais fortes.
Nunca desistimos da luta, porque quanto maiores são os obstáculos, maior será a nossa conquista!
Lamento não estar presente neste importante dia de luta para a profissão, mas devido a compromissos inadiáveis, assumidos há muito tempo, não poderei estar junto aos meus companheiros de sempre.
Desejo o maior sucesso na obtenção dos nossos objetivos!
O Presidente da Associação Portuguesa de Guardas e Vigilantes da Natureza

Francisco Correia

quarta-feira, 10 de outubro de 2018

Manifestação Nacional 15 de Outubro de 2018




O GOVERNO CONTINUA SEM DAR RESPOSTA
À EXIGÊNCIA DE VALORIZAÇÃO DA 
CARREIRA DE VIGILANTE DA NATUREZA
Os Vigilantes da Natureza têm de se mobilizar para defenderem a dignificação da carreira e o seu estatuto profissional, por melhores condições de trabalho!
 MARCA PRESENÇA
MANIFESTAÇÃO NACIONAL 
15 de Outubro às 15.00 horas 
Concentração no Largo de Camões - Ministério da Agricultura (Terreiro do Paço), Lisboa

terça-feira, 25 de setembro de 2018

CARTA ABERTA DE RECONHECIMENTO PELO TRABALHO DESENVOLVIDO



Carta aberta de agradecimento e reconhecimento pelo trabalho desenvolvido na Conservação da Natureza e pelo empenho e dedicação na valorização da profissão de Vigilante da Natureza.

Excelentíssima Senhora
Engenheira Sofia Castel-Branco da Silveira

A APGVN - Associação Portuguesa de Guardas e Vigilantes da Natureza agradece toda a dedicação e empenho que Vossa Excelência sempre manifestou para que os objetivos da Conservação da Natureza fossem alcançados.
Com a sua atitude positiva e coragem muitos dos projetos ambientais foram executados.
Deixa uma marca indelével no ICNF, fruto do seu dinamismo, competência e profissionalismo, traços que contribuíram para o sucesso e afirmação da instituição junto das populações.
Foram muitos anos de dedicação, sempre na procura de melhores práticas para a promoção da instituição que sempre defendeu com orgulho.
Em nome de todos os Vigilantes da Natureza, aceite o nosso profundo agradecimento e reconhecimento por tudo aquilo que ao longo dos anos soube ser capaz de concretizar, contribuindo para que a instituição tenha mais e melhor futuro.
Obrigado por ser uma inspiração para todos nós e por nos mostrar que podemos ir sempre mais além.
Quando ingressou na instituição, esta ainda dava os primeiros passos. Atualmente, ao ver o quanto crescemos, agradecemos por ter dado o seu melhor e feito a diferença em cada conquista.
Excelentíssima Senhora Engenheira Sofia Castel-Branco da Silveira, aceite a nossa gratidão e admiração.

Apresentamos a Vossa Excelência, Engenheira Sofia Castel-Branco da Silveira, a expressão da nossa mais alta consideração.


O Presidente da Associação Portuguesa de Guardas e Vigilantes da Natureza


Francisco Correia

quarta-feira, 8 de agosto de 2018

Os heróis esquecidos, o meu MUITO OBRIGADO!



Há 20 anos os Vigilantes da Natureza na sua atuação de prevenção e vigilância a incêndios rurais, nas viaturas que possuíam “Kit de combate a incêndios” utilizavam um produto inovador a “calda retardante” que se juntava à água do depósito, o que permitia reduzir rapidamente os focos de incêndio, atingindo apressadamente a sua extinção, usavam também “extintores explosivos” que eram de extrema eficácia.
Nessa época evitaram muitos incêndios o que parece ter desagradado a muitos dos “decisores”, porque em muitos casos foi ordenada a retirada dos “Kits de combate a incêndios” das viaturas e desmanteladas as equipas de deteção e 1.ª Intervenção a incêndios rurais.
Porque é que se deixou de utilizar a calda retardante e os extintores explosivos que demonstraram ser eficazes?
Porque é que os meios aéreos deixaram de utilizar a calda retardante no combate aos incêndios?
Atualmente os Vigilantes da Natureza são colocados pela poderosa ANPC (Autoridade Nacional de Proteção Civil) em local de pouquíssima importância para a salvaguarda dos valores naturais a proteger, nem sequer os considera como agentes de proteção civil.  Sem equipamento de proteção individual, maioritariamente com viaturas antiquíssimas, dignas de um museu do automóvel, sem viaturas devidamente equipadas, continuam teimosamente a desempenhar a sua missão.
Chamo a especial atenção para o facto de que os  Vigilantes da Natureza Estagiários ao desempenharem a sua missão de vigilância, ao detetarem um foco de incêndio, dão de imediato o alarme e  apesar de na DON (Diretiva Operacional Nacional da Autoridade Nacional de Proteção Civil)) não estar previsto a sua atuação em cenário de 1.ª intervenção, como é compreensível  atuam e dão o seu melhor na resolução do problema, colocando a sua vida em risco porque continuam sem formação para atuar em cenário de fogo e sem equipamento de proteção individual.
Outro aspeto que me tem chamado à atenção é que os diferentes canais televisivos aparentemente apenas estão autorizados a acompanhar os “Bombeiros” da força policial militarizada o que dá a falsa ideia de que os Bombeiros não estão no terreno e na frente do combate aos incêndios.
Os grandes especialistas que enchem horas intermináveis nos canais televisivos a debitar teorias sobre os incêndios rurais, não me enganei são incêndios rurais porque em Portugal existem apenas alguns núcleos de floresta, limitam-se a criticar a falta de prevenção e de limpeza dos terrenos, esquecendo a fiscalização e vigilância que é de responsabilidade da polícia militarizada.
Uns dias antes do incêndio que lavra em Monchique assisti num dos Telejornais a uma reportagem que evidenciava o estado de prontidão e eficácia da força policial militarizada na sua ação de vigilância e prevenção a incêndios rurais, se não estou enganado a notícia foi efetuada na Serra de Monchique.
Tenho um grande respeito pelo trabalho da força policial militarizada, e pelas outras também, mas a força policial militarizada foi criada para cumprir a sua missão, no âmbito dos sistemas nacionais de segurança e proteção, assegurar a legalidade democrática, garantir a segurança interna e os direitos dos cidadãos, bem como colaborar na execução da política de defesa nacional, nos termos da Constituição e da lei.
Os políticos que adoram o poder e que no fundo gostariam de lá se manter eternamente, sempre apoiaram a polícia militarizada como forma de garantir a sua continuidade, parece que os políticos têm um certo saudosismo do passado e querem que a sua força de “elite” domine todos os setores, desde o combate a incêndios, resgate e salvamento, mergulho, fiscalização da pesca, da caça parece que não gostam muito…, fiscalização ambiental (exceto às grandes industrias, não se pode desagradar aos poderosos), … enquanto demonstram a sua polivalência deixam ao abandono as populações rurais que são assaltadas e agredidas por bandidos sem escrúpulos.
Os verdadeiros heróis são aqueles que sempre estiveram ao lado das populações rurais na defesa das suas tradições, e sem meios, sem reconhecimento, continuam a dar o seu melhor no apoio às suas gentes.
Os heróis esquecidos são aqueles que dão sem nada pedirem em troca, são aqueles que sentem que a sua missão é servir as populações rurais, são aqueles que têm orgulho no desempenho das suas funções apesar de auferirem salários miseráveis, são aqueles que dedicam a sua vida à defesa da Natureza e do “mundo rural”.
Aos Vigilantes da Natureza e aos Guardas Florestais o meu MUITO OBRIGADO!

Francisco Correia

segunda-feira, 30 de julho de 2018

DIA MUNDIAL DO VIGILANTE DA NATUREZA 31 DE JULHO DE 2018



DIA MUNDIAL DO VIGILANTE DA NATUREZA (PARK RANGER) 31 DE JULHO DE 2018
Por todo o planeta, desde as savanas de África até à Amazónia, das florestas tropicais da Ásia até aos remotos desertos Australianos, das planícies e montanhas da Europa até ao Médio Oriente, os Vigilantes da Natureza desempenham a sua valorosa função de guardiões da Terra. Estes corajosos e empenhados conservacionistas têm a árdua tarefa, cada vez mais difícil e perigosa, de proteger os lugares selvagens, a sua fauna e flora. Inúmeras vezes ariscam e perdem a sua vida no cumprimento do dever, em média, em cada três dias um dos nossos companheiros é assassinado por caçadores furtivos, madeireiros sem escrúpulos e por grupos de malfeitores que se dedicam ao trafico de animais e plantas.
Neste dia especial recordamos todos os companheiros que sacrificaram a sua vida na defesa da Natureza e celebramos com todos aqueles que continuam o seu valioso trabalho.
Reconhecer o trabalho dos Vigilantes da Natureza é uma prova de respeito pela Natureza